-10%

Batalha Naval do Cabo de S. Vicente

A Marinha portuguesa nas guerras liberais

19,95 -10% 17,96

Após a derrota do projecto eurocêntrico de Napoleão, o Congresso de Viena em 1814/1815 reorganizou as fronteiras da Europa e trouxe a paz entre as nações, mas as novas ideologias liberais trazidas com as revoluções Americana e Francesa leva (...) ver mais

Após a derrota do projecto eurocêntrico de Napoleão, o Congresso de Viena em 1814/1815 reorganizou as fronteiras da Europa e trouxe a paz entre as nações, mas as novas ideologias liberais trazidas com as revoluções Americana e Francesa levaram ao despoletar de revoluções sociais, que nas colónias ibéricas americanas se traduziram por revoltas de emancipação e em muitos países europeus resultaram em guerras civis. Em Portugal em 1832 uma guerra civil opôs os liberais de D. Pedro, empenhados em implantar um regímen político constitucionalista parlamentar, aos tradicionalistas de D. Miguel, decididos a manter a legitimidade do regime de monarquia absolutista vigente. Neste combate, em que a maioria de meios militares e de apoio popular de uns era compensado pela sucessão de erros tácticos próprios e pelo maior apoio estrangeiro dos outros, desenvolveu-se uma situação de estagnação política e de irresolução dos combates terrestres. Portugal, com a sua longa fronteira marítima, oferecia condições evidentes para utilizar meios navais de utilidade logística e com força de combate consequente neste teatro estratégico de operações. A boa utilização do poder naval irá viabilizar a vitória Liberal.

ver menos

ISBN: 9789898219336

Editor: Tribuna da História

Data: outubro 2011

Páginas: 136

Formato: 200 x 268mm

Peso: 691.00 g

Acabamento: Cartonado

Categoria: Tema: Product ID: 4297